fbpx
Encarnação - Mafra
geral@relacoesemfamilia.com

Afinal, o colo vicia!!!

Serviços e Formação para Famílias

Afinal, o colo vicia!!!

Pronto, a mulher endoideceu!

Pois é hoje venho-vos dizer que afinal o colo vicia. É super viciante! Quero sempre mais colo! Quero mais colo! Quero colo para o resto da vida! Quero colo a todo a hora! Quem tinha esta crença instalada sentiu a crença validada com esta afirmação, não foi? Sim, é verdade! O colo VICIA!!! E sabem quem fica viciado? Nós mães! Nós pais! Nós avôs! Nós tios!

Somos nós que ficamos viciados no colo. Somos nós que, após vermos os nossos filhos, os nossos bebés crescerem, sentimos falta daquele colinho bom, daquela soneca maravilhosa ao nosso colo, daquele aconchego. Somos nós que pensamos com saudade em todo o colinho que demos (ou não demos), que vemos a forma como correm ou como já não querem mimos e abraços apertados e ficamos de coração apertado porque afinal o nosso filho cresceu e já não quer colo.

Para quem tem o hábito de dar colo com o recurso aos carregadores de babywearing, como eu (vai-se lá saber porque não é?), fica ainda mais saudoso e é normal sentirmos um vazio pela ausência de colo que até há umas semanas atrás fazia com que nos queixássemos porque estávamos cansadas de dar colo. Temos sempre saudade do que não temos…

Então só por hoje vamos dar colo ao nosso bebé, com calma e tranquilidade, com disponibilidade, não só de tempo, mas também física e mentalmente, vamos desfrutar de algo tão singelo e maravilhoso que é o colo! Vamos ver como nos sentimos relaxadas(os) depois, como os nossos filhos se sentirão relaxados também e como este dia vai ser maravilhoso!

Eu admito sou viciada em colo! De dar de receber, de falar, de promover! O colo é importante para o bebé mas também para a pessoa que dá colo, pensem que há necessidades a serem preenchidas dos dois lados. É uma parceria win/win para todos.

Por Dulce Ferreira | Consultora de Babywearing e Enfermeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *